Seguidores

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Livraria Lello

Segundo notícias dos últimos dias a Livraria Lello no Porto, que tem um número muito grande
de visitantes/dia, inclusive de turistas, vai passar a cobrar salvo erro, 3 Euros por pessoa.

É uma medida sobre a qual tenho algumas dúvidas em me pronunciar. Será que
há muitas visitas e pouca venda de livros?

Será que essa quantidade de visitas perturba quem quer de facto ir para comprar livros?

Será que esse valor que passa a ser pago para entrar, se acontecer a compra de um livro
possa ser descontado no valor do mesmo?

Este vídeo mostra a Livraria Lello.

https://youtu.be/uSWdU913mI0

8 comentários:

papoila disse...

Realmente também nem sei o que pensar!
Talvez faça sentido se o número de visitantes/não compradores for grande...é como visitar um museu!
Antes isso do que fechar e apodrecer.
bjs

Emília Pinto disse...

Também ouvi essa notícia e fiquei surpresa, embora entenda. Ela precisa de ser conservada e isso exige dinheiro. Penso que a venda de livros é muito pequena e será difícil sobreviver assim. Como em qualquer museu ou palácio que visitemos se paga e muito, acho eu, também me parece justo que a livraria cobre. Se quisermos que essa preciosidade se mantenha não podemos estar à espera que o governo ajude, pois do jeito que as coisas estão, eles estão pouco preocupados com o destino da cultura do nosso país. O melhor será mesmo cobra a entrada; não é muito dinheiro e sempre o podem recuperar na compra de um livro. Beijinhos, Irene e um bom fim de semana
Emília

Cidália Ferreira disse...

Parece que é descontado num livro que compre,
Acho bem, muitos estragam as coisas.

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

manuela barroso disse...

Procuro entender!
Das últimas vezes que lá fui, algumas por motivos "profissionais", no rodopio das visitas nada mais se consegue fazer. Depois, é a pose para a fotografia, provoando o caos. Descontando no livro que se compre, justifica o incómodo...
Meu ponto de vista
Beijinho,Irene

Elisabete disse...

A Irene está a colocar questões pertinentes.
Aquela livraria é realmente especial, mas pagar para lá entrar não lembra a ninguém, só se fosse um museu.
Bjs

Zilani Célia disse...

OI IRENE!
EU ACHO QUE VAI AFASTAR AS PESSOAS DO LUGAR, RECEBE TANTAS VISITAS PORQUE TEM ALGO DE ESPECIAL, SE NÃO VENDE TANTOS LIVROS, VAI VENDER MENOS AINDA, CREIO EU, MAS QUEM SABE LÁ O QUE OS LEVOU A TOMAR ESTAS MEDIDAS.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Psicanalista disse...

Na verdade, a livraria Lello passou a "museu".
Quem compra livros, representa 0.01% dos visitantes.

Tais Luso disse...

Nunca tinha visto isso, cobrar para entrar numa livraria. Mas depende de quem entra, se for para ver livros é uma coisa, se for para ver uma arquitetura linda e antiga é outra. De qualquer forma não sei se é um bom negócio cobrar a entrada. Muitas vezes entramos sem a intenção de comprar e saímos com 2 ou 3 livros!
Gostei da postagem!
Bjs!