Pintura Insípida
Sonhei contigo.. Meu amor!
Então em eternidade quis te transformar...
Pintei teu rosto em detalhes,
Enquanto desenhava tua face, observei com cuidado e carinho...
Quis a perfeição em cada traço.
Nos teus olhos pintei o céu, para que através deles pudessemos ver as estrelas
Olhos cor de mel, que guardavam tantos segredos...
Consegui esconde-los até mesmo do pincel.
Desenhei tua boca, e a cada pincelada, deslizava um beijo, coloquei dentro dela a fome por meu gosto!
Suavemente fiz teu corpo, em cada parte tatuei um desejo.
Em cada desejo escrevi meu nome...
Seus cabelos eu fiz da cor da terra ,junto com a tinta derramei minhas caricias...
As mãos eu dei a força e a delicadeza; para me tocarem com ansia e me acariciarem com suavidade!
Nos seus pés cravei asas, para voares ao meu encontro...
Fiz então teu sorriso, e nele coloquei doçura e safadeza, porque é assim que me encantas...
Fiz na intimidade a meia luz, o que em ti ninguem jamais poderia ver, sem que eu permitisse.
E eu jamais permitiria.
Quase terminada a obra, vi que o fiz com perfeição.
Mas de tudo que havia feito,com amor e sublime paixão
Esqueci do mais importante...
Não lhe dei um coração!