Seguidores

sábado, 13 de junho de 2015

A seguir à TAP é o Oceanário e se ficarem lá mais tempo não se admirem se for os Jerónimos ou o Centro Cultural de Belem

A corrida à concessão do Oceanário de Lisboa mereceu propostas de cinco candidatos, apurou o Económico. Para o processo apresentaram-se os espanhóis da Aspro Parks (gestores do Aqualand),o Mundo Aquático(gestora do Zoomarine), os franceses da Compagnie des Alpes(CDA), a Sociedade Francisco Manuel dos Santos(ligada ao grupo Jerónimo Martins) e ainda um outro grupo espanhol, a Parques Reunidos. Este último grupo dado como potencial interessado era o único que ainda não se tinha apresentado oficialmente na corrida. A concessão do Oceanário foi estabelecida para um prazo de 30 anos, com valor mínimo no envelope financeiro de 10 milhões de euros. A decisão sobre o vencedor deste processo deverá ser conhecida até ao final deste mês. Fonte: Económico online (Peço desculpa a quem deixou comentários, mas tive que fazer nova mensagem, porque na anterior o texto não ficou visível.)

1 comentário:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Irenamiga

Estás irrevogavelmente errada. Faltam o Centro Comercia, ups, Cultural de Belém, os Jerónimos, a Torre também de Belém, o Panteão (a Amália e o Eusébio são uma grande mais-valia) o elevador de Santa Justa a ponte salaz, digo, 25 de Abril, a Vasco da Cama - isto só em Lisboa. Mas, lá chegarão, benditos sejam...

Qjs do

Pernoca Marota