Seguidores

domingo, 17 de maio de 2015

Do meu amigo Celito de Medeiros(poesia e pintura)

A angústia dos refugiados
Celito Medeiros
As pessoas estão morrendo
Levantai âncora para ajudar...
Os naufrágios acontecendo
Lançai vossos navios ao mar

Famílias em busca de abrigo
Um lugar onde poder morar
Colocam pessoas em perigo
Eles estão morrendo no mar
É um momento de decisão
Uma pátria com dignidade
É o que espera o seu irmão
Alguns países estão calados
É urgente tomarem decisão
Para receber estes amados!
<> CM10577
Por favor, Paz!

4 comentários:

✿ chica disse...

Há tanto acontecendo!Paz, realmente queremos! Lindo poema, um verdadeiro grito! bjs, lindo domingo!chica

papoila disse...

Que imagem aflitiva...que horror.
O poema é lindo.
xx

Rita Freitas disse...

Pois, uma triste realidade e o mundo olha sem nada fazer.

Beijinhos

Sinval Santos da Silveira disse...

Ah, poeta do mundo, na tua voz, o grito
de liberdade haverá de chegar.
Parabéns ao poeta, criador deste texto, e a ti, querida poetisa, que deste guarida
a este desabafo.
Um fraterno abraço, aqui do Brasil.
Sinval.