Seguidores

segunda-feira, 27 de abril de 2015

E há Deus? No Nepal mais de 4.000 mortos. Mas quantos serão
no fim de todo este "calvário" com falta de assistência médica,
de água, de comida?
Há Deus? Se há porque permite estas catástrofes?
Tanta criança em situação horrível?...
Há Deus?
Adormece por momentos? Ou mesmo Deus acha que estas
coisas têm que acontecer? Serei eu que estou errada?
Dá-me um sinal Deus para eu conseguir entender coisas
destas?
Irene Alves

6 comentários:

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Irene.
Vi sua entrada e não me contive.
Sua indignação é a de tantos que questionam, apesar de querer se agarrar a uma esperança.
Também eu pergunto por que não entendo...
nem isto nem tanto mais.

um bjn amg sempre

Cidália Ferreira disse...

Muito triste!!

Desejo um dia feliz
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

vendedor de ilusão disse...

Sabias e oportunas colocações! Que respondam os religiosos, como sempre calados, não só diante das catástrofes, mas "tapando" os olhos sobre os genocídios e atrocidades cometidos pelo homem através dos tempos, levando-me também à perguntar: onde estava Deus essas horas; por que deixou e ainda deixa de proteger os carentes e necessitados?

Minha vida de campo disse...

É uma lastima. mas muito desses desastre o homem é o grande culpado, enquanto nações poluem e maltratam o planeta umas mais inocentes sofrem as consequências.
Só me resta rezar para que o sofrimento não seja tão grande.
TBjos

Toninho disse...

Sempre que estamos diante de algumas catástrofes, questionamos a existência do Deus.
Quando alguém se livra de uma viagem de avião que no final explodiu atribui-se a presença de Deus para aquele que se salvou por perder o voo.
Há quem diga que ninguém vai antes da hora, como já tivéssemos data programada para partir.
Enfim há um Deus para todos os momentos.

Abraços Irene.
Beijo de paz amiga.

SOL da Esteva disse...

... Nunca irias entender, Irene!
Há um acontecimento na Natureza (seguramente mau) e todos se questionam e lamentam sobre a existência e ou permissão de Deus; há acontecimentos permanentes, guerras, assaltos e outros desastres motivados pelo homem e ninguém se questiona... ou os questionam?...
Mas compreendo o teu lamento.


Beijos


SOL