Seguidores

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Completou-se hoje 50 anos sobre a morte

do General Humberto Delgado às mãos da PIDE.

Humberto Delgado ao declarar que se fosse eleito Presidente da República,

obviamente demitia António Oliveira Salazar, fez tremer o regime e a única

maneira de "o travar" foi a sua morte, executada por um agente da PIDE

Acaba de ser editado um livro de sua filha "Meu Pai General Sem Medo".

Foi também afrmado hoje pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa,

que foi aprovado por unanimidade a sugestão ao Governo de o aeroporto da

Portela em Lisboa passar a ter o seu nome, dado Humberto Delgado estar

ligado à criação da TAP, infelizmente hoje através do actual Governo, estar

a ser vendida...

1 comentário:

Cidália Ferreira disse...

Como era Bebé... lool

Deixo um beijinho e um abraço

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/