Seguidores

terça-feira, 16 de setembro de 2014

De: Josemir Tadeu Souza (cedido)

É bem assim...
... lindo ser coerente, modo intenso.
Aprofundar-me, e num consenso,
ter que suportar a distância.
...
... sofrido esse lance vazio
de ter que lhe tocar através dos sonhos...
um eco oco... um ar sorumbático, frio...
... lindo vê-la a sorrir,
nesse seu ir e vir,
de natureza liberta...
mas dói-me ter que vê-la partir,
na hora em que meu corpo desperta.
... eu somente sei que seu cheiro cai melhor em mim,
quando enlevados por quereres sem fim,
unos em carne, nos fazemos...
se nossos corpos se entrelaçam,
a alma deixa de ser tímida, e ao prazer se faz afim.
É bem assim.


(extraído,com a devida autorização
da sua pagina de Facebook.)

3 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Fantástico e maravilhoso poema,onde me revi el alguns pontos. Amei

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Mira disse...

Gostei do belo poema, beijos amiga

Paloma Viricio disse...

Que lindo! Belo poema...existem pessoas muito talentosas pelo mundo.^^
Beijos!
Monólogo de Julieta