Seguidores

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Pode parecer estranho, mas eu comecei a escrever à maquina aos 9 anos de idade

Sim, em 1955 não era proibido as crianças trabalharem. E foi com 9 anos que eu

entrei para um escritório, de uma empresa ligada à indústria corticeira.Saí de lá

com 21 anos.Ali aprendi de tudo um pouco:

caixa
contabilidade
assuntos relacionadas com a exportação,
como marcação de navios para levarem as
diversas encomendas de cortiça para várias partes do mundo
expediente geral, etc. etc. etc.

Comecei a falar ao telefone, com uns telefones que usavam umas pilhas enormes,
tinham uma Central de onde as telefonistas respondiam e a quem se tinha que
pedir o número pretendido.

E a escrever à máquina com máquinas em que era preciso alguma força nos
dedos para bater no teclado.

Em 1969, se não estou em erro a Olivetti lançou esta maquina - e foi um
 
Irene Alves
sonho, um luxo. Mas que os donos da empresa em que eu trabalhava, não quiseram
adquirir. Ao ler uma notícia sobre estas máquinas(Design Innova) veio-me à lembrança
esses meus tempos de criança/jovem.

6 comentários:

Carpe diem to me disse...

Também trabalho desde cedo. Eu usava a máquina de escrever do meu pai que era optima, mas o design dessa é incrível!

✿ chica disse...

Lindas lembranças e tive uma máquina assim parecida! Bons tempos...bjs, linda semana,chica

O Árabe disse...

Despertou-me saudades, Irene... já tive uma máquina dessas! :) Boa semana, amiga.

Cidália Ferreira disse...

Uma recordação de "luxo"

FELIZ ANIVERSÁRIO

BEIJINHOS

papoila disse...

Azert!!! numas férias grandes diz um pequeno curso de dactilografia, era mais velha do que tu, teria uns quinze anos, lembro- me muito bem que tinha que martelar nas teclas :)))
Xx

Arco-Íris de Frida disse...

Na casa de meus avos tinha uma maquina de escrever, nao tao bonita como essa, mas eu a achava interessante, ficava em um movel enfeitando...

Beijos...